27 de abr de 2010

Brasil Alfabetizado: programa recebe adesões até junho




28 de ago de 2009

CIEP-165 na entrada do Parque Estadual da Pedra Branca

23 de ago de 2009

Paz na base do papo

Projeto levará debates sobre drogas e violência a salas de aula da rede pública e abrigos

Rio - Convênio assinado ontem entre o governo do estado e o Grupo Cultural AfroReggae tem tudo para mudar a vida de milhares de jovens no Rio. O projeto ‘Papo de Responsa’, que tem um policial civil e um ex-presidiário como coordenadores, vai levar palestras sobre drogas e violência para as escolas da rede estadual e abrigos para menores infratores.

Foto: Carlos Magno
Norton Guimarães resumiu sua vida no crime e na cadeia e emocionou até o governador Sérgio Cabral

O principal objetivo do projeto, segundo o policial Roberto Chaves de Almeida e o ex-detento Norton Guimarães, é provar para os jovens que o “impossível pode se tornar possível”. “Isso é Papo de Responsa, um projeto que mostra para a sociedade que dá para fazer diferente. E o melhor exemplo é essa parceria, antes impensável: um policial e um ex-presidiário juntos em favor da paz”, destacou Roberto.

A história de vida de Norton, que passou 11 anos cumprindo pena num presídio de segurança máxima, emocionou até o governador Sérgio Cabral, que não conseguiu conter as lágrimas. “Precisamos de muitos Nortons e Betos. É com essa coragem que vamos quebrar o gelo, sobretudo dentro das corporações das polícias Civil e Militar, e entrar nas escolas. Será uma revolução pacífica! Isso vai colaborar muito para construirmos um Rio de paz”, discursou Cabral.

Usando sua própria história como exemplo, Norton disse que sonha com um futuro diferente para as novas gerações. “Quero ver nossas crianças num mundo melhor, aquele que todos almejamos. E só com a união de todos vamos alcançar isso”, destacou.

18 de ago de 2009

17 de ago de 2009

Chefe do departamento de Pediatria da Uerj fala sobre a volta às aulas

Vamos divulgar


Que tal postar nos sites das escolas as medidas preventivas contra a gripe de acordo com as instruções do governo do Estado: "Gripe: O que as instituições de ensino precisam saber e fazer". Foi isso que fizemos em http://mabreu2006. spaces.live. com. Texto e foto podem ser copiados sem problema. O V Congresso Internacional Educarede acontece virtualmente. Vocês podem participar apenas acompanhando as publicações. Se tiverem um projeto realizado, ou qualquer trabalho educativ, com o uso integrado das TICs podem inscrevê-lo para apreciação. É grátis e ajuda a divulgar boas práticas. Em http://www.educared .net/congreso/ br/index. html Em 24 de outubro acontecerá o II Seminário de Linguagem Visual e Educação. Será um espaço para divulgação de práticas com o uso de linguagens visuais e estudos acadêmicos que proponham abordagens para as linguagens visuais. Não é um evento específico de Artes Visuais, mas de qualquer área da educação que utilize imagens em suas práticas, principalmente agora com o advento das novas tecnologias. Em http://www.cepuerj. uerj.br/eventos/ lvisual/arquivos %20swf/index. html

Programa para impulsionar pós-graduação quer aumentar número de alunos em 80%

Alunos da rede estadual receberão ajuda extra para Enem

Os anjos da guarda que pegam no pesado pelas escolas do Rio

13 de ago de 2009

Faltas abonadas para aluno doente.



Confira o novo calendário escolar para o segundo semestre

causa do adiamento em duas semanas do reinício do segundo semestre letivo, a Secretaria de Estado de Educação disponibiliza um novo calendário escolar. A reposição das aulas será realizada em oito sábados letivos, a partir de setembro, e uma semana a mais de aulas em dezembro.

Veja as novas datas:

Calendário Escolar 2009

EJA (Educação de Jovens e Adultos)

12 de ago de 2009

Secretarias de Educação e de Saúde decidem recomeçar as aulas no dia 17

Por Fernanda Valles

Foto: Cris Torres

Em entrevista coletiva, os secretários de estado de Educação, Tereza Porto, e de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, afirmaram que as aulas da rede estadual de ensino não serão adiadas novamente. O retorno será no dia 17 de agosto.

De acordo com os secretários, um decreto do governador Sérgio Cabral será publicado nesta quinta-feira determinando que as servidoras estaduais gestantes permaneçam em casa até o dia 28 de agosto, quando será reavaliada a necessidade de continuação ou não da licença. Para isso, é preciso procurar o departamento de Recursos Humanos da unidade onde trabalham, apresentando o exame que comprove a gravidez. No caso de professoras, a recomendação é procurar o diretor da escola com o exame. Não será necessário atestado médico.Adicionar imagem

Segundo a secretária de Educação, os responsáveis não devem enviar os filhos gripados às escolas. As faltas serão abonadas mediante contato dos pais com a unidade de ensino, informando a situação de saúde do aluno. Neste caso, também não serão necessários atestados médicos.

Os professores serão orientados a afastar imediatamente os alunos que, porventura, apresentem sintomas de gripe durante as aulas. Estes alunos serão conduzidos a outro espaço e o responsável deverá ser contatado para buscar a criança ou adolescente no colégio. Se o estudante estiver com febre e sintomas da doença, o responsável será orientado a levá-lo para uma consulta em uma unidade de saúde.

- Desde ontem, a Secretaria está distribuindo nos colégios da rede 176 milhões de copos descartáveis, o suficiente para dois meses de utilização. Na segunda-feira, data de retorno dos alunos, todas as escolas já estarão preparadas para recebê-los -, disse Tereza Porto.

Ainda de acordo com a secretária, todos os diretores receberam orientações sobre os cuidados de higiene com os alunos, a ventilação das unidades, a lavagem das mãos nos intervalos das aulas e antes da alimentação, entre outras. Também foram distribuídas nas escolas 20 mil cartilhas, com informações sobre sintomas e transmissão da gripe.

Os 463 inspetores escolares foram treinados por profissionais da Secretaria de Saúde para dar orientação às escolas. Eles farão visitas regulares às unidades e serão multiplicadores dos procedimentos e cuidados necessários.

As escolas técnicas, da Secretaria de Ciência e Tecnologia, também retornam às aulas no dia 17. As universidades têm autonomia para decisão, mas também devem acatar a data.

A reposição das aulas será realizada com a utilização de oito sábados letivos, a partir de setembro, e uma semana a mais de aulas em dezembro. O calendário será publicado no site da Educação.

Dia Debian 2009: Inscrições Abertas

É com grande prazer que anuncio que o Dia Debian 2009 RJ , este ano em Piraí, já abriu para pré-inscrições. A pré-inscrição é importante para que tenhamos noção do público presente nas palestras. O local é o mesmo do Flisol 2008. Para colaborar com o evento, inscreva-se em http://www.sulfluminenselivre.org, onde você encontra a programação.

Se você sabe o que é Debian, então provavelmente já sabe que Piraí é uma das “Top Seven Intelligent Communities” da Unesco, pelo seu projeto de inclusão digital. Sabe também que alunos e professores receberam recentemente 5500 notebooks no projeto UCA - Um Computador por Aluno. Talvez você também conheça Piraí pelas macadâmias e pelas tilápias. Montar a grade não foi muito fácil este ano, mas teremos apresentações do NTE-VR, palestras sobre gráficos e animações em linux, workshops de programação,etc. e, pela primeira vez nos Dias-D RJ, participação efetiva e patrocínio de uma prefeitura e de sua secretaria de Governo. É claro que vocês devem estar pensando:“É, tinha que ser lá mesmo”.

10 de ago de 2009

Telecurso e SEEDUC celebram o Dia do Estudante

Muita gente não sabe, mas, esta terça-feira, dia 11 de agosto, é o Dia do Estudante. Pensando nisso, o Telecurso e seus parceiros vão promover uma grande festa para celebrar o direito de estudar. Em cinco cerimônias simultâneas, que acontecem às 15h30, em Manaus, Rio de Janeiro, Palmas, Recife e Belo Horizonte, o Telecurso vai reunir governantes, parceiros, educadores e estudantes. No Rio, a festa acontece no Museu do Meio Ambiente, no Jardim Botânico, com presença do governador Sérgio Cabral; da secretária de estado de Educação, Tereza Porto, do prefeito Eduardo Paes; da secretária municipal de Educação, Claudia Costin; e do presidente da Fundação Roberto Marinho, José Roberto Marinho, entre outros.

Na ocasião, será firmada uma parceria entre a secretaria municipal de Educação do Rio e a Fundação Roberto Marinho para a implementação da metodologia do Telecurso nas escolas municipais. Na rede estadual de ensino, a parceria com a Fundação resultou no projeto Autonomia, de formação nos ensinos Fundamental e Médio. Atualmente, há 13.180 alunos inscritos.

A celebração vai proporcionar também o intercâmbio de atuais alunos do programa de diferentes estados. Enquanto o acreano Samoel Lima e a amazonense Mirna de Albuquerque contam suas experiências ao Rio de Janeiro; a carioca Mara Jane do Nascimento fala para os estudantes do estado do Amazonas; Weslei Jackson, do Distrito Federal conversa, em Palmas, com os novos estudantes do Tocantins.

As atividades – que terão em média uma hora de duração - serão exibidas ao vivo e em rede nacional, unindo os estados que participam da festa numa edição especial do Jornal Futura ao Dia do Estudante, que vai ao ar das 16h às 16h30. A ideia é fazer com que todos se vejam e se reconheçam ao incentivar a Educação no país. Afinal, os 58 milhões de estudantes brasileiros são muito mais do que números em estatísticas de ensino.

PROJETO H1N1 - DO BLOG ESPAÇO EDUCAR - LIZA

Considero este um momento bastante complicado. Escolas fechadas, medo de contágio, dúvidas e mais dúvidas. Surge a necessidade de abordar o tema com os alunos, seja nas escolas que estão funcionando ou nas que voltarão a funcionar, mais cedo ou mais tarde. Mas, como dizer aos aluninhos da Educação Infantil que devem evitar abraços, beijinhos, apertos de mão? Por isso comecei dizendo que é complicado. Para as crianças, tocar, abraçar, beijar faz parte da convivência. Difícil também para os professores: como rejeitar abraço espontâneo, beijo dos alunos? Aperto de mão dos pais? Como transmitir de forma informativa, sem aterrorizar? Como criar novos hábitos de higiene, cuidados que anteriormente eram apenas saudáveis e agora podem ser a diferença entre a vida e a morte? Em primeiro lugar, informar. Sempre! Espalhar cartazes pela escola, avisar, falar sobre, orientar. Em seguida, tratar em aula, fazer com que os hábitos saiam do discurso e virem realidade.Separar momentos para que lavem as mãos, observar constantemente os gestos, e, infelizmente, ao menos neste momento, reprimir os beijinhos, ensinar a nunca espirrar sobre as pessoas, etc.
Complicado, sim, mas precisaremos lidar com isso e nem sabemos até quando. O professor deve ficar atento aos casos de crianças tossindo ou espirrando. Neste momento, a orientação é para que as pessoas com esses sintomas não frequentem a escola.
O projeto compõe-se de textos retirados da Revista Nova Escola, power points recebidos por email, imagens retiradas de sites como o SmartKids e atividades confeccionadas pelos professores. Quero destacar aqui as atividades feitas pela querida Sonia Ubeda e agradecer imensamente. Como sempre, ela é nota dez!

Sugestões:

  • Pedir que pesquisem em jornais, revistas, internet sobre a nova gripe;
  • Redações com as conclusões da pesquisa e dizendo o que já sabem ou o que pensam a respeito;
  • Cartazes confeccionados pelos alunos: podem ser cartazes informativos, com letras grandes, avisando do que deve ser evitado, para serem espalhados pela escola ou ainda cartazes informativos, com recortes de notícias de jornais e revistas sobre o que está acontecendo;
  • Exposição de caixas vazias dos medicamentos considerados eficazes ou fotos dos mesmos, seguidas de explicações sobre em que momento se deve tomar o medicamento e a importância de ser receitado por um médico, quais os princípios ativos, como age no organismo etc.
  • Ficha de sondagem para ser preenchida em casa: perguntas para serem respondidas, com os hábitos da família, podem ser de marcar com X, por exemplo: quantas vezes costumam lavar as mãos, por dia? Alguém em casa está apresentando sintomas de gripe ou já apresentou? Como é a alimentação da família? Quantas pessoas estudam? Quantas trabalham e em que ambiente etc;
  • Procurar um filme explicativo na internet, baixá-lo e gravar em dvd, passando para a turma em seguida. Pode haver um momento de discussão sobre o filme, redações, ilustrações etc.
  • É importante realizar com alguma turma um catálogo dos casos mais graves e que terminaram em óbito em todos os países atingidos e principalmente no Brasil. Não é alarmismo, se estamos diante de um vírus para o qual nosso organismo ainda não possui defesas, é bom conscientizar a todos do quanto a prevenção pode ser a maior aliada. Para prevenir, no entanto, é necessário encarar com seriedade. As brincadeiras, inevitavelmente surgem, mas nesse momento é de vital importância que junto com elas, nasça também uma responsabilidade individual pelo projeto, para que a escola e a família sejam beneficiados.
  • É importante deixar máscaras expostas para que as crianças peguem, sintam como funciona e também proporcionar explicações adequadas da indicação do uso, da contra-indicação do uso etc.